DECIFRANDO TRANQUILITY BASE HOTEL & CASINO

DECIFRANDO TRANQUILITY BASE HOTEL & CASINO


Em 2018 o Arctic Monkeys lançou um álbum conceitual intitulado Tranquility Base Hotel & Casino, e nele
a banda britânica trocou as guitarras dançantes pelos pianos suaves.
Tudo leva a crer que o vocalista e compositor Alex Turner incorporou a
figura de um ser humano que vive em uma luxuosa base lunar e, mesmo de tão longe,
consegue observar alguns dos problemas que envolvem o planeta terra de uma
forma crítica, emotiva, sarcástica e até apocalíptica. O álbum é praticamente uma ficção científica musical. O compositor fez
inúmeras referências à cultura pop e à própria vida como estrela do rock.
Agora você vai mergulhar em algumas interpretações das letras de Tranquility
Base Hotel & Casino e com a maioria dos easter eggs do disco, faixa por faixa.
Todas as teorias que você encontrar neste vídeo aqui foram desenvolvidas a
partir das letras oficiais do encarte, de entrevistas da banda, teorias de fãs e,
claro, hipóteses levantadas pelos nossos roteiristas. “Come and stay with us, It’s such an easy flight”. Star Treatment é a faixa de abertura do
álbum e possui mensagens e citações interessantes. O verso de abertura por exemplo menciona uma das maiores bandas das últimas
décadas. The Strokes é um grupo de rock americano que fez muito sucesso nos anos
2000 e se consolidou como uma das bandas bandas pioneiras do indie rock.
Atualmente o gênero também tem o Arctic Monkeys como um de seus principais nomes. A banda se apresenta como headliner nos maiores festivais do mundo, especialmente após o sucesso de AM, lançado em 2013. Mas antes da fama Alex Turner era apenas
mais um fã da banda liderada por Julian Casablancas e, à princípio, a frase
poderia ser interpretada como um elogio de Alex aos Strokes. Mas a seqüência do verso prova o contrário. A bagunça é uma forma leve do
compositor dizer que ele queria ser apenas um dos Strokes,
mas sua banda se transformou em um fenômeno tão grande que eles se tornaram
maiores do que seus próprios ídolos. Fama, críticas musicais e outros fantasmas envolvendo o tratamento das estrelas assombram a mente do compositor. E quem você acha que devemos chamar quando falamos em fantasmas?
Ao perguntar “So who you gonna call” no refrão de Star Treatment, Alex Turner faz alusão a
uma das frases mais icônicas envolvendo os Caça-Fantasmas. E a resposta é direta: “The Martini police”, uma referência, claro, ao drink favorito do
James Bond. Então chamar a polícia Martini é uma
citação ao icônico personagem de filmes de ação. Mas além do agente secreto mais
famoso do cinema e dos Caça-Fantasmas, alex turnê se inspira em outros ícones
para combater seus problemas. Esse verso é uma referência
tripla: a mais direta é ao Guia do Mochileiro das Galáxias (em inglês The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy, obra de Douglas Adams; Mas também existe uma citação a Louis Vuitton, que possui um logotipo
monocromático e é a marca de bolsas e malas mais famosa do mundo. E se
pensarmos bem, um dos maiores mistérios do cinema
também envolve uma maleta. Star Treatment mas ainda conta com uma referência ao
distópico 1984, livro de George Orwell, e a Blade Runner, filme de ficção
científica em que a história se passa em 2019. Por sinal, se você é cinéfilo ou fã de ficção científica, com certeza já fez a
seguinte pergunta pra alguém: E essa é uma das frases mais impactantes
de Star Treatment: uma faixa dedicada aos fantasma de Alex Turner, uma estrela do rock que pode fazer dois shows por dia, quatro vezes por semana, ganhar
dinheiro facilmente e ainda assim se sentir incomodado. As referências
cinematográficas continuam na segunda faixa. One-Point Perspective, aqui o
nome da música, é uma técnica cinematográfica na qual a câmera
centraliza o ponto de fuga da cena, como se o público estivesse, olhando para uma
pintura. A One-Point Perspective foi muito utilizada por Stanley Kubrick, diretor de “2001: Uma Odisséia no Espaço”, “O Iluminado”, “Laranja Mecânica” e diversos outros
filmes, todos consagrados. Alex Turner é fã assumido do cineasta e essa música do
Arctic Monkeys é cheia de metáforas, como se um amante de cinema tivesse contando
uma história. A letra conta com elementos abstratos, mas alguns versos podem ser interpretados de uma forma mais direta. Baby Grande é um tipo de piano bem
popular e “Winter Wonderland” é uma canção da década de 1930 que foi
regravada por Frank Sinatra, Neil Diamond daemon o verso portanto consiste em alex
justificando as escolhas musicais do próprio álbum tranquility bees o hotel
em casino já que ele compôs as canções em um piano e se inspirou em estilos
musicais mais antigos durante a produção o trabalho representa mais uma grande
virada na carreira da banda e teve início em 2002 e vem mudando muito desde
então para uso noturno ou seja o antigo alex dani precisava ir
embora para que o novo seja na realidade uma narrativa do álbum passasse a
existir algo típico do cinema e pra fechar na área da música mais
cinematográfica do disco vamos ao verso mais cinéfilo do álbum as chuvas ó quem nunca ouviu algum forte cinema
dizer isso não é mesmo o velho alex turner dá lugar ao seu
alter ego a terceira faixa do álbum que conta a história de um personagem que
está vivendo na lua mas precisamente na base lunar denominada tranquility bes e
observando através da realidade virtual a terra e as ações humanas como se
fossem esportes isso já fica explícito no primeiro verso
sou goleiro queijo seu celular logo no início alex turner também cita
os bear o ground state fazendo uma menção aos estados americanos nos quais
democratas e republicanos possuem chances quase iguais de vencer em
disputas eleitorais por conta disso são os estados que costumam decidir as
eleições presidenciais ou seja contam com apurações que geram uma apreensão
digna dos esportes americanos outra comparação de eventos políticos
com a experiência de assistir esportes ocorre na segunda estrofe da música e
ainda deixa clara a presença da realidade virtual onde estou durante a letra o compositor também
utiliza a expressão e o do not to join o termo é muito repetido por torcedores
britânicos de futebol para reclamarem da arbitragem bem adequado para a temática
da canção não é ea viagem poética mais interessante de american sports é quando
alex imagina uma religião do futuro na qual conversaremos com deus por vídeo
chamada às vezes e conceitos religiosos voltam a ser
abordados na faixa seguinte a música título tranquility bees hotel
and casino começa com versos polêmicos após um deus que faz vídeo chamadas alex
turner nos apresenta um jesus que passa um dia no espaço e uma mãe que se arruma
toda para protestar risos é isso
é um show está perdendo cinco intensos no chão
a menção religiosa segue a linha criativa de comparar o futuro da fé com
a realidade humana a seqüência do verso no entanto é uma crítica às pessoas que
enxergam protestos como algo relacionado ao status de aparências participam de
manifestações apenas para apostar em redes sociais e se sentirem parte de um
círculo social afinal protestar tá na moda e já que
falamos de religião não poderíamos deixar de notar uma referência à star
wars é impossível ler lado negro e não relacionar com star wars e o seguinte
verso parece ser um belo resumo das narrativas da saga criada por george
lucas d luti anaquim e benson solos são atraídos
pelo lado negro durante a saga em algo que parece até uma maldição familiar
gerações inteiras sofrem e tentam entender o poder da força na novela
espacial mais famosa da história e por falar em poder nessa faixa também
aumentam as críticas a uma das grandes fraquezas do homem moderno na tecnologia que conversa com o certo marketing a
gente também não né naturalmente lembramos no marquee mais
poderoso do mundo moderno o zuckerberg será que podemos supor que no universo
criado pelo art que max o dono do facebook é o hoteleiro
responsável por transferir a sua ligação do tranquility bay hotel em cassino pra
deus faria sentido né mas poderia gerar reações distintas juncker berg ainda não tem o poder de
nos colocar em contato com deus mas já teve uma influência importante em
eleições de reles mortais gol dentro antes por sinal fala sobre a paixão cega
que algumas pessoas no trem pelas figuras políticas
alex turner utiliza seus conhecidos recursos irônicos para abordar o tema
os discursos raivosos dos políticos podem soar como algo positivo e podem
acabar despertando os argumentos e as fantasias mais bizarras entre seus
eleitores anjos é supra
a crítica às figuras políticas fica ainda mais óbvia quando a gente vê o
verso seguinte d em xian a 10 filmes ele rezou e chorou
primeiramente alecsandro faz uma referência ao lutador que usa os shorts
dourados ou seja rocky balboa o boxeador mais famoso da história do
cinema não por acaso o rock tem uma música tema
assim como tal líder do mundo livre mas você sabe dizer qual o líder mundial
já esteve em um ringue e gostava de fazer entradas épicas
até mesmo nos comícios eleitorais sim ele
donald trump o 45º presidente dos estados unidos da américa
o dentran também culturas feito news ea repetição de informações essenciais
durante as eleições de 2016 lá nos estados unidos de 2018 também aqui no
brasil é a música mais política de tranquility bay hotel and casino contudo
também é uma das mais abstratas e sujeitas às interpretações diferentes
parece ter sido resultado de uma fase mais séria esporádica de alex durante o
processo de composição tanto que na faixa seguinte ele retoma
as referências cinematográficas e críticas a tecnologia fora fai foi o
primeiro single do álbum e o clipe da música foi gravado no mesmo local em que
stanley kubrick filmou barry lyndon um de seus longas mais renomados como falei
antes kubrick norteiam o álbum mais recente do arctic mangues e referências
a ele e há muitos outros ícones da cultura pop podem ser encontradas nessa
faixa para agilizar o processo vamos fazer uma
lista com as cinco mais legais e relevantes no primeiro verso de fora
five temos a seguinte mensagem isso remete claro ao modelo utilizado
pela netflix que oferece o primeiro mês gratuitamente para seus usuários e
promove anúncios em outras mídias e não durante seus produtos hoje os de old hill isso o teste foi um
programa musical exibido na bbc nas décadas de 1970 e 1980
artistas consagrados como elton john ramones e queen se apresentaram na
atração o conceito information next hill foi
criado por new post no livro a 1100 aos céus do df e é citado em farol na faixa de onde o termo é utilizado para disseminar a
idéia de que certas informações podem se tornar inúteis
mesmo quando temos todas as informações do mundo como é o caso da internet muito
questionada pelo alex esse álbum still este papel o léo é um carrinho de choque nesse repetitivo verso da música é
citado cleide os uma referência clara à base lunar do filme 2001 uma odisséia no
espaço e leva esse nome cleide também é uma das maiores crateras
da lua uma referência adequada para quem está em um hotel e cassino a tranquility
bes instituto essa frase de fora faz pode ser interpretada como uma
referência ao episódio da terceira temporada de black mirror nos dive no
qual o único jeito de as pessoas receberem boas notas é sorrindo o tempo
todo ou demonstrando o amor falso por falar em notas 4 e 5 estrelas título
traduzido da música pode ser um termo muito utilizado em críticas de cinema e
no universo de novo dae no qual as avaliações podem chegar a até cinco
estrelas muito boa de trabalho foi leve negou barbour irmãos jogos foldes né
a explicação para o título da música você pode ouvir diretamente da boca do
alex turner mas a faixa possui outros elementos
relevantes na letra esse é o primeiro e também o último
verso de the roads força é ver concertos workshops flick a frase aparece em
outros momentos da música e alexis fazer uma referência direta a um slogan
publicitário da kodak de 1888 mas a referência algo tão antigo
para fazer uma comparação com as tecnologias atuais a primeira coisa feita de manhã por
muitas pessoas do mundo moderno é pegar o celular para conferir as notificações
e as novidades ou seja basta você apertar um botão que
o celular de entregas informações fazendo o resto esse paralelo entre
cones antigos e atualidade pode ser observado mais de uma vez na canção jorge jesus o jornal nesse outro verso os chapéus extensão
muito utilizados em filmes clássicos de western são citados ao lado da placa de
desenvolvimento league pet e dedini talvez você não saiba mas adin e foi uma
famosa criança selvagem nascida nos anos 1950 e sofreu com abuso de isolamentos
intensos alex pegou uma personagem real imaginou
ela utilizando um acessório clássico do cinema enquanto tentava invadir o
sistema de uma placa responsável por projetos portáteis que muitas vezes
envolve roupas com isso ele representa três estágios
envolvendo moda os chapéus extensão era um item de moda
admirados johnny era uma criança que não teve contato com roupas desse tipo ele
pede representa uma evolução tecnológica envolvendo o mercado da moda
todas as três figuras citadas podem gerar debates sociais a partir de suas
roupas muita informação ao mesmo tempo concorda
pode até ser mas é natural para uma música que começa elogiando data storage to alex tony tentou mostrar em the world is
west é ver o monster truck front flip costumes hábitos e padrões podem se
perpetuar mesmo após muito tempo e através de elementos diferentes
não por acaso ele cita o termo peter lembrete que vem do livro homônimo de
christopher alexander search chicau a e mails silverstone
o trio defende a idéia de que padrões conseguem transcender o tempo e formar
uma linguagem de padrões a partir dessa música tranquility bay
hotel em cassino passa a se aproximar cada vez mais da ficção científica acm psicodélico oitava faixa de
tranquila de bens o hotel em cassino trabalha a idéia de alguém que vive ou
gostaria de viver em uma ficção científica tanto que o refrão repete
inúmeras vezes suzana leite runner o homem admirável
mundo novo ea chegada por exemplo são obras de ficção científica
naturalmente alex turner sentiu a necessidade de explicar como esses
produtos culturais são feitos destacando os principais padrões existentes entre
eles o senhor vê isso hoje nascente eo euro china afirmou gal vidro
dois homens ao tranquility bees hotel em casino é claramente uma ficção
científica e como em toda boa história do tipo é preciso criticar algum tipo de
tecnologia curiosamente o alex preferiu não fazer
isso de maneira direta em saias fiction’ mas sim na faixa seguinte após um primeiro encontro com uma nova
pessoa você pode dizer muitas coisas sobre ela inclusive que ela parece ser
divertida mas nos dias atuais é possível analisar personalidades apenas pelas
redes sociais na nona música do álbum alex turner crítica isso de maneira
muito inteligente para começar o repetitivo trecho que dá nome à faixa é
uma dessas cutucadas no instagram principalmente existem
julgamentos vazios de personalidade apenas pela aparência ou pelo status e
essa rede social é o alvo favorito do compositor na música as caras e bocas ea
revelação detalhada das rotinas no instagram parece na letra de carlos
lançou o pico uhuru mas como um bom usuário de redes sociais
faz ele não se manter preso o instagram sobrou também para o twitter do produto
ao dizer isso compositor faz uma referência ao twitter rede social que
impõe limite de caracteres mas que ainda não conseguiu limitar a capacidade das
pessoas de serem convenientes em consequentes e por falar em vacilo alex
turner expõe uma mágoa pessoal na música em 2015 foi publicado um vídeo no
youtube em que alex dança de uma forma intensa com maios quem seu companheiro
na banda the last shadow puppets milhares de pessoas viram a publicação
em que o líder do arctic monkeys curtiu o show do strokes de maneira bem
espontânea provavelmente ele não gostou disso
como podemos ver no seguinte verso de sherlock fã de jorge ea letra ainda
conta com o ápice da insatisfação de alex com a internet i ae o melhor saída para salvar o mundo de
algo tão assustador quanto à tecnologia chamar o batman watch phone é a
penúltima música do álbum e parece representar um diálogo por meio de
dispositivo móvel entre o interlocutor do álbum eo próprio batman em que ele
tinha dito que gostaria de falar com deus
a conversa parece bem abstrata mas conta com algumas mensagens subliminares
a apertada jogou pelo flamengo
tahir o carro de som eram já vergonha sua genética flash e som
estes são os últimos versos da música e nos levam a crer que é o batman quem
está falando para humano está vivendo tranquila e tbs o herói mais famoso do
mundo diz que sempre estará com seu bate fone faz uma menção a crédito
cinematográficos para justificar suas atitudes cita um de seus vilões o
flamengo e faz uma menção às janelas que possuem uma vista para a alma do
interlocutor e se esse personagem está em uma base
lunar luciene que dizer que sempre terá uma
visão privilegiada da lua e do seu amigo ficcional ou o a faixa derradeira de
tranquility bay hotel em cassino aparece uma balada cientista
isso não é coincidência outra tease é uma música extremamente saudosista e
melancólica juan foi expulso em alto relevo
irmão baby acho hall usados em foi do sol
alex turner demonstra ter uma saudade meio raivosa de alguns amigos algo que
pode ser encaixado no contexto ficcional do álbum mas também na vida do líder
duarte que max foi o genoa o zumbido é ele também afirma ter criado
personagens e realidades para o álbum uhuuu doença que funcionou
quero que chan forma pelos decorre o negam pelo google
a era de ouro americana no caso faz alusão aos anos 1960 quando o primeiro
homem que caminhou na lua por sinal a frase icônica dita por nill
astro quando pousou na lua serve como uma explicação para o título do álbum ou
seja alex se transformou em um ser humano fictício que se veste como os
astronautas que pisaram na lua não por acaso o título da canção faz uma
brincadeira com a lua ser um queijo gigante comprovando com surrealista pode
ser a história criada pelo compositor e os versos finais da música do álbum
ainda servem como uma declaração o personagem principal de tranquility bay
hotel em casino à terra e aos seus habitantes mas ao mesmo tempo é uma
mensagem do verdadeiro alex para sua grande paixão
apesar das dificuldades criativas das cobranças das críticas dos erros e das
mudanças de personalidade o vocalista do arctic monkeys deixa
claro é ainda uma música mais do que tudo o san luis a decisã o o u1 gostou desse vídeo então deixa eu gostei
e conta aqui nos comentários à sua teoria sobre o tranquility bens hotel e
cassino e não esquece de se inscrever no nosso canal para acompanhar os próximos
vídeos até a próxima

100 thoughts on “DECIFRANDO TRANQUILITY BASE HOTEL & CASINO”

  1. parabéns pelo video e pela edição, confesso que me fizeram ter outra visão do álbum, de fato lírica por que analisando musicalmente eu achei fraco ainda, não me desceu
    🙁
    talvez um dia eu dê uma chance de novo…OBS: quase achei que o daniel furlan fosse o da tv quase hhuehuehuebue

  2. Eu sabia que TBHC era especial, mas esse vídeo me ajudou a enxergar perspectivas que ainda não tinha alcançado. Adorei!

  3. Passei o vídeo inteiro esperando a conclusão da "declaração do Alex pela música". Incrível. Tanto o álbum quanto o vídeo. Queria o tempo/disposição pra ler e ver filme do Alex. Ombrelo se especializa em review musical e me contrata nunca te pedi nada…

  4. Vocês foram afundo em referências que eu nunca imaginei que estivessem no álbum, fui surpreendido, não só pela qualidade mas também por ver que o roteirista é o Daniel Furlan

  5. Acho que eu vi essa troca das guitarras por piano acontecer na década de 90. E a banda foi smashing pumpkins, por coincidência, teve um haterismo grande do público tb. Na real, nenhuma banda de rock que tenha surgido posterior ao ano 2000 trouxe algo inovador. O circuito alternativo anda cada vez mais igual

  6. Que video incrivel, parabens. Eu particularmente gostei muito do álbum, mas entendo as criticas porque é realmente fora da curva do AM, mas ainda sim ele possui uma qualidade ABSURDA, cheio de referencias e afins, isso é arte demais bixo. Alex conte comigo pra tudo.

  7. nossa cara
    conteúdo sensacional, que falou sobre uma das coisas que me deixavam muito intrigado.
    muitos colegas disseram que o tranquility base foi um álbum "ruim e vazio" por terem mudado.

    meus parabéns, ótima qualidade e uma análise sucinta.

  8. Sempre dei o braço a torcer pra esse álbum, mas com a sua síntese já o vejo com outros olhos. Obrigado e muito sucesso no canal, qualidade impecável!

  9. Cara obrigado pro esse vídeo parabéns, gostaria que vs fizesse do álbum AM ou só uma música do i wanna Know?

  10. Esse álbum já tinha se tornado um dos favoritos da vida pra mim e ver esse vídeo só confirma o quão foda ele é, tá maravilhoso, não parem 💛

  11. Puts mano… Incrível o vídeo, ganhou um inscrito… Continue com vídeos dessa qualidade e logo vai ganhar muitos mais. E continue fazendo vídeos nesse estilo, muito bom mesmo… Parabéns pelo trabalho!

  12. PELAMORDEDEUS!!!!!!que vídeo magnífico!!!!!! Esse formato parecido a um documentário é MT BOM!!!! , como fã do Arctic eu sinto que este vídeo é como um bom presente pra a comunidade e pra as pessoas que não os conhecem , parabéns totais!!!!! Este vídeo vale a pena ,MT obrigado, de coração, que vídeo incrível!!!!! <3

  13. Como assim tem apenas 262 inscritos no canal?? Trabalho fino mano, parabens, vou ta acompanhando sempre agora

  14. Vocês não sabem a felicidade que me invadiu ao ver esse vídeo, é simplesmente inconcebível chamar o melhor disco de rock da década de ruim, toda a inquietude da modernidade tá sintetizada nos versos e na visita melódica aos anos 60. Muito obrigado, Ombrelo!

  15. Perfect video! I watched using translated english subtitiles, and there's connections I would have never seen!! Sorry I can't write portugese, but Obrigado pelo video

  16. Puta que pariu! Que vídeo sensacional. Se pudesse dar like mais de uma vez… Ótimo trabalho e um deleite para quem é fã da banda.

  17. Eu amo demais esse disco e esse video explicou muita coisa! Parabens pela pesquisa, eu fui no show deles no Rio de Janeiro e escuto esse album todo santo dia. Agora vou escutar duas vezes ao dia.

  18. Eu gostei bastante desse vídeo, levantou muitas coisas que eu ainda não havia percebido ou que não entendia por se tratar de coisas muito específicas de outros países. Apesar disso, meu olhar pro TBHC foi pra rumo bem diferente do que vocês apresentaram aqui, me debrucei sobre o álbum como uma única grande coisa, que tem seus capítulos pra alcançar um reflexão sobre muita coisa.

    Já há quase um ano do lançamento dessa obra maravilhosa, não consigo deixar de ouvir ou de apreciar tantos detalhes bonitos que os Monkeys prepararam ali, sobre como esse álbum é único e demonstra um amadurecimento e crescimento pra banda. Eu vou escrever um texto sobre o meu olhar pessoal que tive sobre o álbum, adoraria poder compartilhá-lo com vocês.

  19. “Four Out Of Five” pra mim também passa a ideia, de que eles sabiam que esse álbum não seria bombástico como foi o “AM”, até por que a proposta era justamente explorar o novo e evoluir musicalmente e essa música parece um convite para os ouvintes irem sem preconceitos e para que esqueçam a era AM, pois ela nunca mais voltará “Relaxe um pouco
    Venha e fique conosco, é um voo tão tranquilo
    Novos lugares bonitos continuam aparecendo
    Ao redor de Clavius, está tudo sendo gentrificado
    A Proporção Informação-Ação é o lugar para ir
    E você não reconhecerá a antiga sede” de fato é como se eles tivessem virado outra banda, é como se eles precisassem virar nesse momento. E coincidentemente o álbum na época de seu lançamento recebeu a avaliação 4 estrelas de 5, de vários críticos, apesar de achar uma bela coincidência, tem um trecho da música que também encaixa muito bem com esse fato que é “foi tudo bem avaliado, quatro estrelas de cinco e isso é inédito”. Acredito que depois desse álbum, Arctic Monkeys começará a caminhar para se firmar como referência musical pra sempre! Assim como foi com Pink Floyd e etc. Enfim, gostei muito do seu vídeo, parabéns pelo conteúdo “five out of five” hahaha

  20. Cara, congratulações, eu particularmente não chegaria tão fundo na análise desse ótimo álbum, para o vídeo, dou 4 de 5 estrelas

  21. Conceitos excelentes, execução e produção impecável, porém estética monótona e cansativa. Venerem o que quiserem, mas esse álbum não convence nem aqui e nem na lua.

  22. Sem dúvidas é um álbum cheio de referências e significados. E algumas dessas referências são geniais. Mas quando paramos pra ouvir o álbum ele simplesmente não parece ser um bom álbum. Algumas músicas simplesmente não tem musicalidade. Em muitas partes de várias músicas parece que os instrumentos e a letra estão fora de sincronia e as rimas são poucas. Sem dúvida foi colocado muito esforço na elaboração desse álbum mas não é o que os fãs esperavam depois de tantos albums de rock espetaculares em sequência. Todo álbum do AM é um pouco diferente do outro mas nesse eles não não acertaram. Claro que tudo é minha opinião. Teve muita gente que gostou então acho que esse vai ser aquele álbum que alguns fãs amam e outros odeiam.

  23. Aqueles vídeos que me fazem ainda ter fé no YouTube, parabéns meus amigos, esse conteúdo não é qualquer um que consegue fazer, me surpreendi por ainda não terem milhares de inscritos 😂, enfim, sou o inscrito n° 438 de vocês

  24. Sensacional o vídeo, parabéns! E pensar q eu cheguei aqui por causa de algum algoritmo de propaganda do instagram hahaha

  25. Que vídeo genial mano. Arctic Monkeys foi uma das principais bandas a me darem vontade de entrar no mundo da música, e saber que alguem prestou atenção na arte desse álbum alem de mim me deixa contente

  26. Posso fazer as palavras do alex as minhas "fotografia linda vale a pena só pela cena inicial" gostei desse álbum desde o princípio

  27. esse álbum é incrível, sim!
    não tem essa de “‘mais ou menos”
    quem diz isso, é quem não sabe apreciar boas músicas.

  28. Meu amigo, parabéns pelo video! Belo trabalho! Obrigado por tirar um tempo para produzir um video como esse para nós.

  29. eu achava que os últimos versos de ultracheese fossem algum tipo de carta aberta pra ex alexa chung… lol

  30. Cara, esse vídeo tem a melhor desconstrução/explicação que eu já vi desse álbum, parabéns vídeo muito legal

  31. Vídeo MUITO bom!
    E vamo falar o que de Alex Turner? O cara é um gênio! Fico puta quando vejo gente reclamando do álbum, é uma obra prima!

  32. Uma pequena observação, no verso de one point perspective onde alex diz "suponho que um cantor deve morrer" é uma referência ao personagem criado por David Bowie em the rise and fall of ziggy stardust and the spiders from mars, que acaba cometendo suicídio no final do Álbum. E acho que esse álbum é a maior inspiração para TBHC.

  33. Cheguei aqui pq acabei de assistir Apollo 11, documentário fantástico, lá eles mostram as gravações de Amstrong dizendo "Tranqulity Base". Quase que imediatamente me lembrei do album do Arctic Monkeys uuehu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *